quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Panquecas de linhaça e chia


Gosto de variar as farinhas que uso para as minhas panquecas.
Desta vez decidi, usar farinhas isentas de glúten para ver como o meu organismo reagia à não ingestão deste durante uma semana (isso implicou também que as outras refeições fossem livres de glúten).
A experiência correu bem e deu para ver algumas diferenças substanciais.
Como uso muito pouco a Bimby (comprei em Novembro), desta vez decidi fazer a massa lá. Mas quem não tiver, a varinha mágica resulta de modo igual.


Ingredientes:

4 bananas
260 gr de iogurte natural magro
180 gr de queijo quark magro
175 gr de farinha de linhaça e chia (fiz mistura das duas)
6 ovos
40 gr de coco ralado (opcional)
1 colher de sobremesa de fermento em pó


Preparação:

Bimby:

Coloque todos os ingredientes no copo e bata 50seg/vel. 5.
Colocar porções da massa numa frigideira anti-aderente e deixar cozinhar até fazer bolhas. Virar a panqueca e deixar cozinhar 1 minuto mais. Repetir a operação até terminar a massa.


Tradicional:

Colocar os ingredientes numa taça e com a ajuda da varinha mágica, misturar tudo muito bem.
Colocar porções da massa numa frigideira anti-aderente e deixar cozinhar até fazer bolhas. Virar a panqueca e deixar cozinhar 1 minuto mais. Repetir a operação até terminar a massa.

Bom apetite!

4 comentários:

  1. Gosto mesmo muito de panquecas e esta versão parece-me bem boa!

    ResponderEliminar
  2. Estas são bem nutritivas e saudáveis! Ultimamente tenho feito panquecas poucas vezes! Tenho de voltar à carga por isso levo mais estas! beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Tenho de experimentar essas panquecas.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/08/lasanha-de-alheira-e-beringela.html

    ResponderEliminar
  4. Adoro panquecas. Uma versão bem apetitosa.
    Bjinhos

    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar

Todas as críticas são essenciais para a melhoria deste espaço.
Se é do seu agrado, deixe um comentário.
Obrigada e volte sempre
Kinhas