segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Cupcakes rosa para o Movimento do laço rosa


Durante o mês de Outubro foram várias as iniciativas para alertar sobre o cancro da mama e as formas de prevenir esta doença silenciosa que mata milhares de mulheres todos os anos.


Eu, como mulher que sou e porque não podia ficar indiferente a esta causa, decidi participar com algo que gosto muito de fazer: cupcakes! 


Um gesto simbólico para alertar todas, que o exame da auto-apalpação é fundamental no diagnóstico precoce e que uma visita ao médico regularmente pode salvar!
Para todas as mulheres que estão a passar ou já passaram por este drama, faço votos de coragem e que lutem sempre!


Ingredientes:

1 cup de ovos
1 cup de açúcar
1 pacote de açúcar baunilhado
1/4 cup de óleo
1/2 cup de natas
1 cup de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
corante vermelho q.b.


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º e forre forminhas de queques/muffins. 
Numa taça bata os ingredientes pela ordem descrita, batendo bem entre cada adição.
No final junte umas gotas de corante vermelho para obter uma massa rosa.
Leve ao forno por cerca de 20 minutos (teste do palito).
Decorei com glacé real.


Bom apetite!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Semifrio da Kinhas (II)



De vez em quando dá-me para inventar na cozinha! Nem sempre sou bem sucedida, mas quando sai bem gosto de mostrar aqui o resultado final.
Esta sobremesa serviu para um jantar de amigos onde não faltou boa comida, vinho e boa disposição onde as horas passaram sem que déssemos por isso.
Ficou bastante docinha pelo que só aconselho a verdadeiros gulosos, como eu :)



Ingredientes:

1 pacote de bolachas digestivas (400 gr)
200 gr de manteiga à temperatura ambiente
1/2 litro de leite
2 pacotes de mousse de chocolate instântanea (usei da Dr. Oeckter pois tem pepitas no meio)
150 gr de amêndoa laminada tostada
toping de morango q.b.



Preparação:

Num processador, rale a bolacha com uns toques de turbo (no meu foi 30 segundos).
Coloque a bolacha numa taça e adicione a manteiga em pedaços e vá amassando até formar uma bola.
Coloque no fundo de um prato onde colocou previamente um aro amovível e espalhe uniformemente.
Leve ao frio por cerca de 30 minutos a 1 hora.
Entretanto, bata os pacotes da mousse com o leite e leve ao frio também para descansar cerca de 30 minutos.
Findo este tempo, coloque por cima da base de bolacha, espalhando bem e leve algumas horas ao frigorífico (deixei uma noite inteira).
Leve a amêndoa a tostar uns minutos na função grill do forno ou microondas, vigiando para não queimar. Deixe arrefecer e polvilhe generosamente.
Decore com o toping e leve ao frio e desenforme na hora de servir.



Bom apetite!

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Raclette tradicional suíço


Na minha cozinha gosto de variar! Nem sempre é possível mas tenta-se.
E quando me dá desejos de raclette , aí vou eu até ao supermercado comprar o que faz falta para satisfazer a minha vontade.



Para quem não sabe, este prato típico daqui dos Alpes, é servido tradicionalmente assim como eu hoje o apresento. Claro que na era moderna já há variações que podem incluir carne, camarão e outros ingredientes ao gosto de cada um.
Eu pessoalmente prefiro deste modo e fico satisfeita!
Uma recomendação que faço é se puderem e conseguirem, tentem fazer com queijo especial raclette suíço e não de outro país ou qualidade qualquer. Influencia em muito o sabor final!


Ingredientes (a olho)

Batatas cozidas com pele
Bacon fumado
Queijo para raclette em fatias de 1 cm
Pickles de conserva (uso espigas de milho, cebolinhas e pepino)



Preparação:

Coza as batatas em água fervente com sal. Deixe cozer o suficiente para que fiquem bem cozinhadas mas não se desfaçam. Escorra a água.
Entretanto ligue o aparelho próprio para raclette (em Portugal costuma aparecer no Lidl) e coloque nas espátulas o queijo com o bacon por cima.
Deixe derreter e sirva no prato por cima das batatas .
Acompanhe com os pickles escorridos.
Repita o processo até acabarem os ingredientes ou estiverem saciados!

Bom apetite!

sábado, 19 de outubro de 2013

Cupcakes de limão com cobertura de creme de nutella (s/ glúten)



Desde que comecei a trabalhar como governanta no meu actual emprego que aprendi a lidar com alergias e intolerâncias alimentares, nomeadamente ao glúten. Os filhos do casal são ambos celíacos o que obriga a uma série de manobras e restrições na alimentação deles.
Outro dia a minha melhor amiga recebeu a notícia que também ela sofre de intolerâncias alimentares e pediu-me conselhos sobre como poder comer de tudo mas sem arruinar a sua saúde.


Por isso mesmo, a partir de agora neste cantinho, irão encontrar cada vez mais ideias, receitas e sugestões que podem ser adaptadas a quem não pode ingerir lactose ou glúten bastando usar os produtos sem glúten ou sem lactose em vez dos ditos normais.
Foi o caso destes cupcakes que foram adaptados, neste caso apenas, na farinha.


Ingredientes (12 unidades)

1 ovo
100 gr de açúcar em pó
1 frasquinho de essência de limão (cerca de 1 +1/2 colher de sobremesa)
1 pitada de sal
1 pacote de açúcar baunilhado
150 gr de farinha (neste caso sem glúten)
2 colheres de chá de fermento em pó
1 dl de óleo
150 gr de iogurte natural

Cobertura:

400 gr de Nutella
250 ml de natas para bater


Preparação:

Numa taça bata com a batedeira eléctrica, o ovo, os açúcares, a essência de limão e o sal até obter uma massa clara e com bolhas de ar.
Misture a farinha com o fermento e alterne com o óleo e o iogurte envolvendo tudo muito bem.
Distribua pelas formas e leve a forno pré-aquecido a 180º cerca de 25 minutos (teste do palito).
Depois de prontos desenforme e deixe arrefecer.
Enquanto isso prepare a cobertura - bata as natas até ficarem sólidas e misture suavemente a nutella. Com a ajuda do saco de pasteleiro e o bico de estrela distribua pelos cupcakes e leve ao frio para solidificar o creme.



Bom apetite!

Fontes: CoopZeitung nº 11 de Março 2013 e Tudo Receita

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Pão branco com mel - World Bread Day 16/10/2013



Quase ninguém vive sem pão, eu pelo menos não consigo viver! De manhã quando o tiro da cuba da mfp depois de o deixar durante a noite a fazer, sabe-me bem comer uma fatia generosa barrada com compota caseira ou manteiga se ainda estiver morno.
E como aprendi a gostar de fazer pão em casa, tento variar sempre as receitas que faço.
A que hoje vos trago veio de um livro que comprei por cá em que todas as receitas que traz são de pão feito há mão. Portanto quem não tem mfp não tem desculpa para não tentar.
O exemplar das fotos foi devorado em minutos num pequeno almoço preguiçoso a dois num domingo chuvoso...

É com este pão que participo no evento há escala mundial do World Bread Day, um evento dedicado apenas e só a pão para todos os gostos e feitios!



Ingredientes (para 1 pão de 850gr)

250 ml de água morna
50 gr de manteiga derretida
20 gr de fermento de padeiro
1 colher de chá de açúcar
1 colher de chá de sal fino
1 colher de chá de mel (liquido)
500 gr de farinha Tipo 55



Preparação:

Método tradicional:

Derreta a manteiga e deixe arrefecer.
Desfazer o fermento em 50 ml da água e misturar com o açúcar e 3 colheres de sopa de farinha. Deixar repousar 10 minutos.
Numa taça colocar a restante água, a manteiga, o sal e o mel. Adicionar a mistura de fermento anterior e bater com a batedeira (pás de amassar) ou uma colher de pau durante 5 minutos. Se necessário juntar mais água.
Quando obtiver uma pasta elástica e que descole da taça, polvilhe com um pouco de farinha, tape com papel de alumínio e deixe repousar num lugar quente cerca de 1 hora até que duplique de tamanho.
Entretanto barre uma forma de bolo inglês com manteiga e polvilhe com farinha.
Quando levedar misture a massa bem e coloque na forma.
Faça um corte com uma faca na superfície, pincele com água quente e polvilhe com farinha. Tape de novo com o papel de alumínio e deixe voltar a levedar por mais uma hora em lugar quente até dobrar de novo de volume.
No fim deste tempo, leve ao forno pré-aquecido a 210º onde colocou uma taça com água na parte inferior.
Coze cerca de 55 minutos na segunda grelha a contar de baixo.
Depois de pronto, desenformar e deixar arrefecer numa grelha.



Método MFP:

Na cuba da mfp coloque os ingredientes pela ordem descrita.
Seleccione o programa pão normal ,750 gr e escolha a côdea pretendida.
No fim do programa, retire a cuba virando-a para baixo para o pão sair.
Deixe arrefecer em cima de uma grelha.




Bom apetite!

Fonte: Brot selbst gebacken - Kristiane Müller-Urban

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Bundtcake de avelãs e xarope de acér


Quando a Mena (Aventuras de uma Mama) e a Lia (Salsa Verde) se uniram e lançaram a Bundtmania que nesta sua primeira edição tem como tema o Outono, criaram um corropio na blogoesfera.
Eu, pois está claro, não podia deixar de participar. 
Só que com tanto trabalho que tenho tido, fui deixando passar o tempo... até que ontem o bundt lá saiu para acompanhar o café depois do almoço em família.
Escolhi uma receita do livro "Cake Simple by Christie Matheson", que me pareceu propícia ao tema e que alterei quase na totalidade, onde as avelãs e o xarope de acér têm a chave do sucesso deste bolo.


Ingredientes:

140 gr de manteiga sem sal à temperatura ambiente
360 gr de farinha
1 colher de sobremesa de fermento em pó
1 pitada de sal
240 ml de xarope de acér (maple sirup)
1 chávena (medida cup) de açúcar
4 ovos
300 ml de leite
100 gr de avelãs moídas


Preparação:

Numa taça, bata a manteiga com o xarope e o açúcar até obter um creme fofo.
Adicione os ovos um a um batendo bem entre cada adição.
Mexendo sempre, junte alternadamente a farinha com o fermento e o leite e por fim as avelãs.
Coloque na forma untada e polvilhada e leve ao forno pré-aquecido a 180º. (esqueci-me de verificar o tempo de cozedura).
Depois de pronto, deixe arrefecer 10 minutos na forma e só então desenforme. Envolva em película aderente e deixe arrefecer totalmente.
Antes de servir, polvilhe com açúcar em pó.



Bom apetite!

sábado, 12 de outubro de 2013

Citrus currant sunshine muffins da Dorie Greenspan - Desafio Dorie às sextas


Na reentré deste grupo, decidi participar pela primeira vez no desafio proposto para esta quinzena.
Muffins são sempre bem vindos cá em casa, mas desta vez estes foram oferecidos "aos meus meninos".
Fiz algumas adaptações mas o resultado final foi muito positivo.



Ingredientes (12 unidades)

1/2 cup de açúcar
raspa de 1 laranja
2 cup de farinha (usei sem glúten)
1 colher de chá de fermento em pó (no original 2+1/2)
1/4 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 cup de sumo de laranja e limão (no original é 1 cup de sumo de laranja e 2 colheres de sopa de sumo de limão)
1/4 colher de chá de extracto de limão
8 colheres de sopa de manteiga derretida fria sem sal
2 ovos
3/4 cup de pepitas de chocolate (no original passas ou sultanas)


Preparação:

Método da Dorie( tradução de Patrícia Vilela)

Pré-aquecer o forno a 180°.
Barrar 12 formas de muffin ou forrar com forminhas de papel.
Numa tigela, esfregar o açúcar com as raspas de laranja, até que fique húmido e a fragrância de laranja seja forte.
Misturar a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal.
Misturar os sumos de laranja e limão, extracto de limão, a manteiga derretida e os ovos.
Despejar os ingredientes líquidos sobre os ingredientes secos e, com o batedor ou uma espátula de borracha, suavemente, mas rapidamente, mexer para misturar: não mexer demais!
Acrescentar as passas e dividir a massa uniformemente pelas formas de muffin.
Levar ao forno por aproximadamente 20 minutos ou até que os topos fiquem douradas e uma faca fina inserida no centro dos bolinhos saia limpa.
Transfirir as formas para uma grelha e deixar arrefecer por 5 minutos antes de retirar cuidadosamente cada bolinho.



O meu método:

Pré-aqueça o forno a 180º e prepare as formas.
Numa tigela, coloque os ingredientes sólidos começando pelo açúcar, farinha peneirada com o fermento, bicarbonato, o sal e a raspa de laranja.
Adicione o sumo e o extracto de limão e vá misturando. Junte a manteiga e os ovos e bata um pouco para ligar bem. 
Coloque por fim as pepitas e envolva.
Distribua pelas forminhas e leve ao forno cerca de 20 minutos.
Deixe arrefecer um pouco antes de desenformar.


Bom apetite!

Adaptado de: Baking - Dorie Greenspan

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Arroz de potas

Há uns tempos vi na blogoesfera um arroz de lulas que me chamou a atenção e fiquei com a imagem na ideia para tentar reproduzir cá em casa.
Um belo dia e com potas descongeladas para o jantar, decidi que faria a minha própria versão do arroz que tinha visto. 
Resultou um prato simples mas muito apetitoso e foi vê-lo desaparecer do tacho num piscar de olhos!


Ingredientes:

1 medida de arroz
3 medidas de água (para ficar malandrinho)
4 potas inteiras (depois lavadas e cortadas em pedaços)
1 cálice de vinho branco
1 folha de louro
1 colher de sopa de polpa de tomate
1 cebola
1 fio de azeite
sal, pimenta e alho em pó q.b.

                                   
             

Preparação:

Pique a cebola e refogue-a no azeite. Junte as potas, a polpa de tomate e o vinho branco e deixe cozinhar um pouco em lume brando.
Adicione então a água, o louro, os temperos e deixe ferver. Quando isto acontecer junte o arroz e deixe cozinhar até que fique malandro mas cozido.
Sirva de imediato e bom apetite!


terça-feira, 8 de outubro de 2013

Cogumelos Portobello recheados acompanhados de esparguete com um pouco de tudo!




Apesar de ter uma boa colecção de livros e revistas de cozinha, é muitas vezes nos improvisos que vou buscar deliciosas refeições para satisfazer as duas barriguinhas cá de casa.
A sugestão de hoje foi isso mesmo: os cogumelos inspirei-me em algumas cozinhas que já os tinham feito deste modo, pois só agora consegui arranjar estes cogumelos cá e os esparguete foi feito com o que ia aparecendo caído da estante ou saído do frigorífico ;-)
Para nós ficou muito saboroso e satisfez plenamente a nossa fome! Sirvam-se...




Ingredientes:

Para o esparguete

250 gr de esparguete cozido al dente
1 cebola
6 cogumelos frescos médios
1 fio de azeite
2 colheres de sopa de alcaparras
50 gr de bagas goji
3 colheres de sopa de amêndoa laminada
1 pitada de gengibre, pimenta branca e alho em pó
1 colher de sobremesa de molho de soja
1 pitada de sal rosa dos Himalayas
1 colher de sopa de Knorr granulado para legumes
1 dl de vinho branco



Para os cogumelos

4 cogumelos Portobello
200 gr de carne picada (vaca e porco)
2 colheres de sopa de polpa de tomate
1 cebola pequena
1 fio de azeite
sal e alho em pó q.b.
1 dl de vinho branco
1 dl de água (talvez nem tanta)
1 pitada de oregãos e/ou mangericão
queijo ralado q.b.




Preparação:

Comece por preparar a carne. Faça um refogado com a cebola picada no azeite. Quando a cebola estiver mole, junte a carne, a polpa de tomate, o vinho, a água, o sal, o alho em pó e os oregãos ou o mangericão.
Mexa tudo e deixe cozer cerca de 20 minutos em lume brando.
Entretanto coza o esparguete al dente em água temperada de sal e com um fio de azeite.
Num wok, corte a cebola em rodelas e deixe fritar ligeiramente no azeite.
Adicione os cogumelos laminados finamente, as alcaparras, as bagas goji, o gengibre, a pimenta, o alho em pó, o sal, o knorr granulado e o vinho. Mexa bem para tomar gosto e deixe cozinhar 2-3 minutos. Após este tempo, adicione a amêndoa, o esparguete escorrido e o molho de soja. Misture tudo e deixe tomar gosto por alguns minutos, sempre em lume brando.
Entretanto, num pirex, coloque um fio de azeite,  disponha os cogumelos bem lavado e sem o pé do meio. Recheie-os com a carne picada (sem molho) e cubra generosamente com o queijo ralado. Leve ao forno a 220º até o queijo derreter e dourar.
Sirva de imediato.





Bom apetite!

domingo, 6 de outubro de 2013

Bolachas de manteiga


Há umas semanas atrás fui convidada para um Chá das 5. 
Um convite especial pois veio da minha melhor amiga e que nos tentou proporcionar uma tarde bem ao género dos britânicos. 


Não faltou o chá, o leite, os bolinhos, folhados e eu para não ir de mãos a abanar levei estas bolachas. Muito raramente faço bolachas cá em casa pois o meu tempo quase não o permite mas um convite para um chá destes segundo o que li é algo bastante formal e que nunca se pode recusar.
Por isso a Kinhas multiplicou-se no tempo e foi para a cozinha.


Ingredientes (para 60 a 80 bolachas médias)

Massa:

500 gr de farinha + farinha para tender
250 gr de manteiga (usei sem lactose)
200 gr de açúcar
2 ovos
1 pacote de açúcar baunilhado
Raspa e sumo de 1 limão
1 pitada de canela



Decoração:

1 gema de ovo batida
Açúcar colorido e com sabores


Preparação:

Numa superfície plana (usei um alguidar), peneire a farinha fazendo um monte. Polvilhe a farinha com pedaços de manteiga e com o açúcar.
Faça um buraco no centro e adicione os ovos, o açúcar baunilhado, a raspa e sumo de limão e a canela. Misture tudo amassando por uns instantes até que esteja tudo bem agregado. Se necessário adicione um pouco mais de farinha até formar uma massa que descole das mãos.
Envolva em película aderente e leve ao frigorífico por 30 a 60 minutos (deixei 45).
Pré-aqueça o forno entre 200º e 225º. Estenda a massa sobre uma superfície de trabalho polvilhada com farinha e corte figuras a gosto com cortadores próprios.
Coloque -as em tabuleiros forrados com papel vegetal durante 10 minutos.
Mal as retire do forno, pincele-as com a gema de ovo batida e polvilhe com o açúcar colorido. Deixe arrefecer antes de colocar nas caixas.


Bom apetite!

Fonte: Bolachas - 50 fichas de receitas a cores