segunda-feira, 29 de abril de 2013

Caldo verde

Já mencionei antes que adoro ir ao supermercado turco. É como se estivesse a entrar num mini mercado em Portugal. Só portugueses a fazer as suas compras semanais lá, prateleiras e arcas congeladoras cheias de produtos nossos. Quando lá fui a última vez trouxe duas embalagens de caldo verde porque é uma das sopas que adoro e gosto de comer seja Inverno ou Verão. É também uma forma de matar as imensas saudades que sinto de casa, da comida da mãe e de tudo o que gosto. Não me imagino a voltar para Portugal, até porque tenho a perfeita noção que a situação do país não é a melhor e a bem da verdade sinto-me muito bem por cá. Mas quando as saudades batem mais forte são estas comidas que me reconfortam e me sossegam lágrimas teimosas que teimam em cair....
Com esta receita participo no passatempo do 6º aniversário do blogue Mais um sobre culinária da querida Hélia.


Ingredientes:

4 batatas
1 chouriço de carne
1,5 litros de água
250 gr de couve para caldo verde
1 fio de azeite
sal q.b.


Preparação:

Coloque as batatas, a água e o chouriço a cozer numa panela. Quando as batatas estiverem cozidas, retire o chouriço e rale-as com a varinha mágica.
Volte a colocar o chouriço sem a pele e cortado em rodelas.
Adicione as couves para caldo verde, o fio de azeite e tempere com o sal. Deixe cozinhar as couves e sirva quente.

Bom apetite!

sábado, 27 de abril de 2013

Charlotte Boca Doce

Comprei há pouco tempo uma forma de charlotte toda coquette, e queria experimenta-la com uma ideia que fui concebendo e melhorando desde o dia da compra.
Como um destes dias fui convidada para jantar em casa de uns amigos, decidi passar do pensamento há acção e acho que fui bem sucedida. Foi aprovada por todos e reduzi à quantidade do açúcar para não ficar tão calórica.
Esta publicação serve também para agradecer aos mais de 800 seguidores da página do Facebook o facto de estarem sempre a dar apoio e a partilharem o meu cantinho. Muito obrigada a todos!



Ingredientes:

1 pacote de pudim Boca doce sabor caramelo
1 pacote pudim Boca doce sabor baunilha
1 litro de leite + 4 colheres de sopa de açúcar mal cheias (para os pudins)
1+1/2 embalagem de palitos de champanhe
pêssego em calda q.b.


Preparação:

Numa forma de charlotte, forre as laterais com os palitos cortados em metades e o fundo com pessego em calda mas bem escorrido e cortado em laminas grossas.
Faça um dos pudins (seguir instruções) e encha a forma pela metade. Deixe arrefecer e começar a solidificar.
Quando isto acontecer faça o segundo pudim e coloque por cima do pudim sólido dentro da forma.
Deixe solidificar um pouco de novo. A seguir cubra  com os restantes palitos cortados em metade, de forma a que quando for desenformar, estes fiquem no fundo e o pêssego em cima.
Leve ao frio até ficar bem sólido e fresco.
Sirva e bom apetite!

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Kinhas triffle

Há umas semanas atrás lembrei-me de fazer tarteletes.... mas fiquei só pela lembrança porque a tentativa saiu mais que frustrada...
Para aproveitar a massa que ficou cozinhada, fui perguntar às meninas do Cooking World se me davam sugestões.
Duas das cozinheiras (meninas acusem-se que eu ando com a cabeça a mil à hora e não me lembro quem foram) deram a ideia de fazer um triffle...
A Mamã Mena deu a ideia da banana e do dulce de leche e assim saíram estas sobremesas. Aproveitei também o creme que já tinha preparado para rechear as supostas tarteletes e a bem da verdade não fiquei nada arrependida de o ter feito.


Ingredientes (rendeu 9 copos)

1 pacote de creme instantâneo sabor baunilha + leite para preparar
1 frasco de dulce de leche
2 bananas
1 massa de tartes estendida de compra
chocolate branco granulado


Preparação:

Prepare o creme, deixe arrefecer e reserve.
Estenda a massa num tabuleiro e leve ao forno seguindo as instruções de cozedura. Depois de pronta, retire do forno, deixe arrefecer e parta em pedaços, reservando.
Em cada copo, coloque um pouco de creme de baunilha, de seguida a massa aos pedaços, por cima desta banana ás rodelas, a seguir um pouco de dulce de leche e polvilhe com o chocolate.
Leve ao frio até servir.

Bom apetite!

terça-feira, 23 de abril de 2013

Pimentos recheados e risotto alla grana padano

Já tinha visto em revistas, várias receitas de legumes recheados e andava desejosa de experimentar a ver como corria. Afinal parecia tão simples de elaborar (e logo eu que gosto de comidas práticas) que não podia adiar mais esta minha vontade.
Nas minhas compras semanais trouxe uns lindos pimentos amarelos como quem chama o Sol para fazer o petisco desse dia. Acompanhei com um delicioso risotto e o jantar estava servido em pouco mais de 40 minutos.


Ingredientes (para os pimentos)

2 pimentos amarelos grandes
400 gr de carne picada
1 cebola
1 fio de azeite
3 colheres de sopa de polpa de tomate
1 dl de vinho branco
1 folha de louro
sal, alho em pó e pimenta q.b.
especiarias para carne q.b.
oregãos q.b.
queijo para gratinar q.b.

Preparação:
Pique a cebola e refogue-a no azeite até estar macia.
Junte a carne, o vinho, água (pouca) polpa de tomate, sal, alho, pimenta, louro e as especiarias para carne e deixe cozinhar em lume muito brando para não queimar cerca de 20 minutos. Caso seja necessário junte um pouco mais de água.
Findo este tempo, recheie os pimentos aos quais retirou as pevides e as partes brancas, polvilhe com o queijo e de seguida com os oregão e leve ao forno a gratinar a 220º até o queijo derreter e tostar um pouco.


Ingredientes (para o risotto)

350 gr de arroz arbóreo (para risotto)
2 dl de vinho branco
8 dl de caldo de legumes
1 cebola
1 fio de azeite
sal e pimenta q.b.
queijo Grana Padano (uma boa quantidade dele, seja generoso)

Preparação:

Pique a cebola e refogue-a no azeite.
Quando estiver macia junte o arroz e mexa bem. Adicione o vinho e deixe evaporar.
Aos poucos vá adicionando o caldo de legumes deixando evaporar entre cada adição e mexendo de vez em quando (o risotto leva cerca de 20 minutos a ficar pronto). Na última adição de caldo, tempere com sal refinado e uma pitada de pimenta e junte o queijo para ficar bem cremoso.
Sirva de imediato.


Bom apetite!

sábado, 20 de abril de 2013

Massa de potas e linguiça

Para quem está emigrado, encontrar determinados produtos da nossa cozinha é um verdadeiro milagre.
Na casa portuguesa a escolha (infelizmente) é bastante reduzida e a cada semana que lá vou ainda mais. Deram preferência aos vinhos e neste ponto fico muito limitada em relação a produtos nossos que possa comprar.
Por outro lado, há um supermercado turco onde vou regularmente que cada vez que passa têm uma maior quantidade de produtos nossos ( Branca de Neve, arroz Caçarola, Boca doce, etc e isto apenas para mencionar só algumas das marcas) e também um corredor com arcas frigoríficas em que 90% do que está exposto são peixe ultracongelado da marca Beira Nova, uma marca bem portuguesa à qual agradeço publicamente o facto de exportar para a Suiça.
O que é certo é que sempre que vou a estes turcos venho carregada com peixe, marisco e afins para poder dar asas à minha imaginação e matar saudades da nossa comida. Para quem está longe como eu dá mais valor a estas pequenas coisas que podem parecer insignificantes.
Posto isto, num destes sábados o almoço foi esta massinha que bem nos soube e ficou muito rápida de fazer pois a pota era cozida previamente pelo que me poupou um pouco mais de trabalho.


Ingredientes (4 pessoas)

250 gr de massa (usei tortiglioni)
500 gr de pota cozida em rodelas
150 gr de ervilhas
3 linguiças
1 cebola
1 fio de azeite
1 dl de vinho branco
1 tomate pelado
1 caldo knorr de peixe
sal, alho em pó e pimenta q.b.
especiarias para massa q.b. (opcional)


Preparação:

Pique a cebola e refogue-a no azeite até ficar macia.
Junte o tomate cortado aos pedaços e o knorr, reduza o lume para o mínimo e deixe desfazer bem.
Junte as ervilhas, o vinho, a pota (pode ir congelada pois é só dar uma fervura), as linguiças em rodelas e água suficiente para cozer tudo (massa incluída).
Tempere com sal, alho em pó, uma pitada de pimenta e deixe cozer cerca de 10 minutos.
Findo este tempo, adicione a massa, mexa tudo, rectifique os temperos e deixe cozer o tempo indicado na embalagem.
Sirva de imediato e caso goste polvilhe no prato com especiarias para massa.


















Bom apetite!

sexta-feira, 19 de abril de 2013

E os prémios vão para....

Os festejos do aniversário do blogue ficam encerrados por aqui... Para o ano (espero eu) há mais!
Nesta festa não há derrotadas ou vencidas! Em meu nome pessoal, da minha família e dos meus amigos quero agradecer mais uma vez a vossa disponibilidade para participarem e dar os parabéns a todas.
A escolha foi difícil para eles pois literalmente sentiram-se perdidos com tantas iguarias mas no final a votação ditou o seguinte:

O terceiro lugar vai para a Milia do Cousas de Milia



o segundo lugar foi entregue à C. mais conhecida por Romã do Bago de Romã


e o primeiríssimo lugar pertence à:



Acho que dispensa apresentações ;) a Mena do Aventuras de uma Mamã é a grande vencedora!

Os meus parabéns às três!

Agora, peço por favor que tenham a amabilidade de me enviar os vossos contactos no prazo de 3 dias para vos poder enviar os prémios o quanto antes. Caso não o façam, serão indicadas as receitas que tiveram a pontuação menor seguinte para receberem os prémios.

Obrigada a todas e para o ano há mais!

quinta-feira, 18 de abril de 2013

A Cozinha vestiu-se de gala com um Lindt Hello Nice to Sweet you Bundt Cake


... e está de parabéns!
Num ano de blogue, a minha vida mudou radicalmente, deu uma volta de 180º, conheci (ainda que virtualmente) pessoas fantásticas, fiz amigos para a vida e cresci interiormente.
Aprendi muito e partilhei um pouco do que sei.
Neste mundo não há chefes com estrelas Michelin mas sim pessoas que gostam de fazer, criar, inventar, reinventar num mundo tão vasto como é este, o mundo culinário.
De todos os cantinhos que sigo, houve publicações que me fizeram rir, outras chorar, algumas deixaram-me apreensiva, outras ainda puseram-me a pensar tantas e tantas vezes se valeria a pena continuar com o blogue, se o esforço investido, as horas gastas a pesquisar receitas,  os livros e o material de cozinha adquiridos seriam um esforço em vão ou talvez não.
Ao fim de um ano, tenho a certeza que cozinhar é o meu verdadeiro hobbie, é o que me traz calma e apazigua os meus anseios. A Cozinha é onde me liberto e dou asas há minha imaginação! Onde crio e reinvento receitas! É onde eu me sinto bem! A minha Cozinha é o meu refúgio em tempos difíceis! E eu, agradeço aos 223 seguidores do blogue e aos 742 seguidores da página do Facebook (até há hora desta publicação) o facto de estarem aí desse lado, a darem-me força para continuar, nunca desistir porque eu finalmente encontrei o meu caminho... e a Kinhas estará sempre aqui para vocês...
E porque o meu cantinho merece, fiz especialmente este Bundt na verdadeira forma de Bundt Cake para comemorar!
Sopremos as velas juntos!!


Ingredientes (fui roubar parte dos ingredientes à Mamã Mena)

200 gr de manteiga s/ sal à temperatura ambiente
4 ovos
250 gr de açúcar
200 gr de farinha
250 ml de natas
1 colher de sobremesa de bicarbonato de sódio
1 colher de sobremesa de fermento em pó
1 pitada de sal
100 gr de Lindt Nice to sweet you Strawberry Cheesecake


Preparação:

Ligue o forno a 180º. Unte e polvilhe uma forma para Bundt.
Bata a manteiga com o açúcar até dobrar de volume. Batendo sempre adicione os ovos um a um.
De seguida adicione o chocolate não derretido na totalidade e continue a bater.
Adicione a farinha misturada com o bicarbonato e o fermento, peneirando-a e alternando com as natas. Envolva com cuidado.
Coloque na forma e leve ao forno até o palito sair seco (a mim demorou cerca de 50 minutos).
Antes de desenformar deixe arrefecer 10 minutos sobre uma grade e depois de desenformado deixe-o arrefecer completamente antes de decorar.

Bom apetite!






quarta-feira, 17 de abril de 2013

Uma festa muito concorrida...

... e cheia de boas surpresas!
Quando promovi o passatempo para este aniversário, nunca pensei que fosse ficar tão emocionada com as dedicatórias que me foram feitas pelas participantes.
O esforço de todas vocês sensibilizou-me porque encontrar queijo ou chocolate suíço não era tarefa fácil e eu estou agradecida do fundo do coração pelo tempo que dispensaram para participar.
Cada participação foi única e todas elas me encheram as medidas, mas como vos disse, não serei eu a escolher (por mim ganhavam todas) mas sim o júri,  os meus maiores críticos, aqueles que provam no mundo real os meus petiscos e são soberanos com as palavras que proferem;  se está bom ou não, se estou de parabéns ou se poderia ter melhorado um pouco mais.
Por isso mesmo, aqui deixo a lista de todas as participações nesta festa, a primeira de muitas (espero eu) na qual o queijo e o chocolate foram os reis da comemoração!
Por ordem de chegada cá estão elas:

1 - Joana do Prazer a Cozinhar - http://prazeracozinhar.blogspot.pt/2013/04/bolo-de-avela-com-cobertura-de.html









7 - Lia do Salsa Verde (1ª participação) - http://salsaverdelia.blogspot.co.uk/2013/04/souffle-suissesse.html







Bundt Cake2


Boa sorte a todas! Sexta feira trago os resultados :)

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Bifanas à moda do Porto

Andava com uma vontade desmedida de comer bifanas. Sempre que vou de férias bem me apetece ir às roulotes comer este petisco mas depois ponho-me a pensar nas condições de higiene em que serão feitas e a vontade perde-se logo ali na hora.
Mas claro, o bichinho fica ali a remoer e de vez em quando lá vem a lembrança... até que num destes dias simplesmente não aguentei mais: eu TINHA DE COMER bifanas desse lá por onde desse.
Passei no supermercado, trouxe o que precisava e foi ver-me chegar a casa de mangas arregaçadas e dizer: hoje há bifanas! O mais que tudo teve um ataque de riso quando me viu em semelhantes preparos e disse: "pronto, queres bifanas come-se bifanas! Eu ajudo-te a prepara-las..."
Posso dizer-vos que para mim foi o melhor manjar que me podiam ter dado e nem o facto de terem pouco sal impediu de saborear as ditas cujas em todo o seu esplendor... A balança, essa minha rica amiga, esperou mais uns dias pela dieta...


Ingredientes:

400g de febras laminadas
óleo q.b.
1 colher de sopa de banha
1 tomate pelado congelado
polpa de tomate q.b.
2 dentes de alho
2 folhas de louro
pimenta q.b.
piripíri q.b.
sal q.b.
1 dl de vinho branco
água (se necessário)
batatas fritas para acompanhar


Preparação:

Num tacho juntar o óleo, a banha, o tomate e a polpa, o alho o louro, a pimenta, o sal e o piripíri.
Deixar fritar por 5 minutos.
Retirar o louro, acrescentar o vinho e passar a varinha.
Juntar a carne e deixar cozer por 30 minutos sempre em lume brando, acrescentando água se necessário.
Devem acompanhar-se com pão, mas eu servi com batatas fritas.

Adaptado de: Sabor Intenso

Bom apetite!

domingo, 14 de abril de 2013

Caril de peixe e camarão

Depois de ver as mais variadas receitas de caril espalhadas pela blogoesfera decidi também eu fazer. Afinal de contas nunca tinha provado em 29 anos de existência.
Inspirei-me um pouco em tudo o que vi e fiz um pouco a medo mas para primeira vez não posso dizer que me sai mal pois o jantar varreu-se em menos de nada sinal que ou estava óptimo ou nós é que estávamos cheios de fome.



Ingredientes:
1 cebola
1 fio de azeite
6 tranche de pescada
350 gr de camarão crú inteiro
200 ml de leite de coco
1 pitada de alho em pó, caril doce, caril picante e gengibre
sal e pimenta branca q.b.
1 folha de louro
2 colheres de chá de açafrão
água q.b.


Preparação:

Pique a cebola e refogue-a no azeite. Quando estiver macia, junte um pouco de água e adicione o peixe e o camarão (corte o peixe em cubos e o camrão deverá estra sem a pele, caudas e cabeças - apenas o miolo).
Adicione então os temperos e as especiarias e deixe cozinhar um pouco em lume brando (cerca de 10 minutos).
Passado este tempo adicione o leite de coco, rectifique os temperos e deixe cozinhar mais 5 minutos.
Acompanhe com arroz branco e sirva de imediato.

Bom apetite!

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Pudim das 3 tigelas

Este pudim é um clássico, acho eu! Não creio que haja muitas pessoas que não o conheçam mas quando me iniciei nas lides culinárias esta foi das primeiras receitas que me deram para testar.. Como as pessoas me diziam: "Catarina, não há mais fácil que isto, por isso tu também és capaz!". Ora eu menina com os meus 18 anos pensava para com os meus botões: "o que vocês querem é meter-me na cozinha!, mas estão bem enganados". Não sei quanto tempo, anos mesmo, estive com esta receita escrita no meu caderninho. Até que um dia e já com o gosto entranhado nas veias decidi fazer o pudim e é o que eu tenho feito sempre até agora.
Já vi muitos e belos pudins pela blogoesfera, em revistas e livros, mas não há amor como o primeiro e para já este ainda não arranjou substituto cá por casa...


Ingredientes:

1 tigela de ovos (7-9 ovos)
1 tigela de leite
1 tigela de açúcar
1 colher de sobremesa de maisena
2 cascas de limão
1 pau de canela
1 cálice de vinho do Porto (opcional)
caramelo para a forma


Preparação:

Numa taça coloque os ovos, o leite, o açúcar e a maisena e com a varinha mágica misture tudo muito bem.
Unte com caramelo uma forma de pudim com tampa e coloque a mistura.
Por cima coloque o pau de canela e as cascas de limão. Se quiser colocar vinho do Porto, deverá juntá-lo aquando da mistura do leite-açúcar-ovos.
Leve a cozer na panela de pressão na qual colocou água por cerca de 30 minutos (depois do respiro saltar) ou então no forno num tabuleiro com água cerca de 1 hora.
Passado este tempo, faça o teste do palito.
Retire, deixe arrefecer e desenforme frio.
Sirva bem fresco.
Decorei com fisális.

Bom apetite!

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Uma fatia de bolo para mim, uma fatia de bolo para ti...

Para a M. eu sou a "pinha" (prima) ou algo assim do género. Com os seus 2 anos e meio e sorriso maroto sabe que sempre que vou de visita lá a casa levo-lhe um mimo. 
Mimo esse que passa por ser um bolo com o qual esta piolha de palmo e meio se possa lambuzar e dizer: "eu goto do bolho da pinha". Para mim não há melhor crítica que o sorriso sincero de uma criança e as palavras que ela profere após degustar um simples Bolo de chocolate com cobertura de chocolate branco.

Ingredientes:
(Adaptado do livro It's Tea Time)

Bolo
100 gr de chocolate preto de culinária
125 gr de manteiga à temperatura ambiente
170 gr de açúcar
2 ovos
170 gr de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de sopa de cacau em pó
70 ml de leite

Cobertura e decoração
2 tabeletes de chocolate branco culinária (180 gr cada uma)
250 ml de natas (200+50)
100 gr de chocolate de preto culinária
Morangos e fisális q.b.


Preparação:

Ligue o forno a 180º e unte uma forma redonda com 20cm  de diâmetro e cubra com papel vegetal.
Derreta o chocolate com a manteiga e deixe arrefecer um pouco.
Bata o açúcar com as gemas até fazer espuma e adicione o chocolate-manteiga derretidos continuando a bater.
Adicione a farinha peneirada com o fermento e o cacau alternando com o leite e as claras batidas em castelo, envolvendo sem bater.
Colocar esta mistura na forma e levar ao forno cerca de 45 minutos.
Entretanto prepare a cobertura.
Numa caçarola, leve a derreter o chocolate branco com 200 ml de natas. Deixe apenas derreter e não ferver. Deixe arrefecer cerca de 15-20 minutos. Proceda do mesmo modo com o chocolate preto (100 gr de chocolate + 50 ml de natas), deixando este arrefecer um pouco menos de tempo.
Quando o bolo estiver frio cubra-o com o chocolate branco e decore com os morangos e fisális que "molhou" apenas metade da fruta no chocolate preto, deixando-os secar antes de decorar o bolo.
Leve ao frio e sirva fresco.

Bom apetite!


Agora que leram a receita, quero fazer aqui um agradecimento à família Cooking World, da qual faço parte à pouco tempo, mas que me receberam de braços abertos e na qual vejo um espírito de entreajuda como não é normal ver nos dias de hoje. Sem a vossa ajuda as minhas fotos continuavam a ser um desastre e continuava a ser uma ignorante em termos de fotografia de comida. Esta publicação é a primeira que faço com as técnicas que vocês me ensinaram e é dedicada a esta, cada vez maior, família. Aos poucos vou melhorando, isto é só o início :)