terça-feira, 8 de maio de 2012

Paella

No seguimento do post anterior, hoje apresento uma receita de paella muito simples e rápida que em cerca de 50 minutos está pronta a servir.
Esta foi elaborada pelo meu irmão G. o qual gentilmente me cedeu a receita. A foto é da minha autoria.

Ingredientes (4 pessoas)

500 gr de mistura de marisco
4 a 5 delicias do mar
1 lata de salsichas
1 peito de frango
1 chouriço ou linguiça
200 gr de arroz basmati
1 caldo de frango
1 pitada de açafrão
sal q.b.
azeite q.b.
1 cebola
50 gr de ervilhas congeladas
2 tiras de pimento vermelho
2 tiras de pimento verde ou amarelo

Preparação:

Numa cataplana ou num wok, coloque o azeite e a cebola picada e deixe alourar um pouco.
Junte o marisco e o peito de frango cortado aos cubos, deixe tomar um pouco de gosto e coloque o caldo de frango juntamente com um pouco de água e deixe cozinhar em lume brando por alguns minutos
De seguida coloque o chouriço/linguiça, as ervilhas e os pimentos. Tempere com sal.
Quando o frango e o marisco estiverem quase cozinhados junte o arroz e acrescente a água necessária para acabar de cozinhar bem como o açafrão, as salsichas e as delicias do mar cortadas ás rodelas.
Deixe acabar de cozer em lume brando e sirva de imediato.

Bom apetite!





4 comentários:

  1. Ora cá estou eu!!! Belíssima paella!
    Beijinhos,
    Madalena

    ResponderEliminar
  2. ADORO PAELLA E A TUA FICOU UMA DELICIA.
    BJ

    ResponderEliminar
  3. Que delicia, gosto tanto de paellas, tenho que me aventurar a fazer uma também:)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Olá a todas as meninas que aqui vieram comentar o meu humilde cantinho, antes de mais obrigada por terem deixado a vossa marca :) Realmente não sobrou nadinha, estava tão boa :)Estava o tipo de paella que se comia sem nunca ficarmos empanturrados! Mas os créditos vão todos para o meu irmão que também é um cozinheiro à maneira ;)

    ResponderEliminar

Todas as críticas são essenciais para a melhoria deste espaço.
Se é do seu agrado, deixe um comentário.
Obrigada e volte sempre
Kinhas